Segunda, 04 Junho 2018 17:30

CLAUDIO BUFFARA - ENEM SEM EM - CORREÇÃO DA PROVA AMARELA 2017

Escrito por

Hoje continuaremos a sequência de correções da prova amarela 2017 utilizada no Enem.

QUESTÃO 173

Dois reservatórios A e B são alimentados por bombas distintas por um período de 20 horas. A quantidade de água contida em cada reservatório nesse período pode ser visualizada na figura.
Reservatório A.

173

O número de horas em que os dois reservatórios contêm a mesma quantidade de água é?

SOLUÇÃO

Atenção ao gráfico desta questão: cada reservatório tem uma escala distinta. O Reservatório A usa a escala da esquerda e o Reservatório B a escala da direita.

O único intervalo de tempo em que ambos os reservatórios têm a mesma quantidade de água é aquele entre as 8 e as 9 horas.

Ou seja, ambos têm a mesma quantidade de água por apenas 1 hora ➔ alternativa A

QUESTÃO 174

Neste modelo de termômetro, os filetes na cor preta registram as temperaturas mínima e máxima do dia anterior e os filetes na cor cinza registram a temperatura ambiente atual, ou seja, no momento da leitura do termômetro.

174

Por isso ele tem duas colunas. Na da esquerda, os números estão em ordem crescente, de cima para baixo, de —30 °C até 50 °C. Na coluna da direita, os números estão ordenados de forma crescente, de baixo para cima, de —30 °C até 50 °C. A leitura é feita da seguinte maneira:

a temperatura mínima é indicada pelo nível inferior do filete preto na coluna da esquerda;

a temperatura máxima é indicada pelo nível inferior do filete preto na coluna da direita;

a temperatura atual é indicada pelo nível superior dos filetes cinza nas duas colunas.

Qual é a temperatura máxima mais aproximada registrada nesse termômetro?

SOLUÇÃO

A temperatura máxima é indicada pela posição da extremidade inferior do filete preto da direita.

Pela escala, ele está indicando uma temperatura próxima de 19 graus Celsius ➔ alternativa E

QUESTÃO 175

Pivô central é um sistema de irrigação muito usado na agricultura, em que uma área circular é projetada para receber uma estrutura suspensa. No centro dessa área, há uma tubulação vertical que transmite água através de um cano horizontal longo, apoiado em torres de sustentação, as quais giram, sobre rodas, em torno do centro do pivô, também chamado de base, conforme mostram as figuras. Cada torre move-se com velocidade constante.

175175 2

Um pivô de três torres (T19  - T 2 - T ) será instalado em uma fazenda, sendo que as distâncias entre torres consecutivas bem como da base à torre T1 são iguais a 50 m. O fazendeiro pretende ajustar as velocidades das torres, de tal forma que o pivô efetue uma volta completa em 25 horas. Use 3 como aproximação para 7 Pi. Para atingir seu objetivo, as velocidades das torres T19  - T 2 - T 3 devem ser, em metro por hora, de:

SOLUÇÃO

Cada torre percorrerá uma circunferência de raio R (R = 50, 100 e 150 m para as torres T1, T2 e T3, respectivamente) e, portanto, de circunferência igual a 2Pi R

Usando a aproximação π≈3, os comprimentos das circunferências percorridas por T1, T2 e T3 serão aproximadamente iguais, respectivamente, a 300 m, 600 m e 900 m (usando 2πR ≈6R).

Se o pivô (e, portanto, cada torre) dá uma volta completa a cada 25 horas, as velocidades de T1, T2 e T3 serão iguais, respectivamente, a:

300/25 = 12 m/h; 600/25 = 24 m/h; 900/25 = 36 m/h ➔ alternativa A

QUESTÃO 176


A Igreja de São Francisco de Assis, obra arquitetônica modernista de Oscar Niemeyer, localizada na Lagoa da Pampulha, em Belo Horizonte, possui abóbadas parabólicas. A seta na Figura 1 ilustra uma das abóbadas na entrada principal da capela. A Figura 2 fornece uma vista frontal desta abóbada, com medidas hipotéticas para simplificar os cálculos.

176

Qual a medida da altura H, em metro, indicada na Figura 2?

SOLUÇÃO

O formato parabólico da seção da abóbada pode ser descrito por uma equação da forma:
y=H-ax2

Da figura, observamos que:

Quando x = 5, y = 0 ➔ 0=H-25a

Quando x = 4, y = 3 ➔ 3=H-16a

Subtraindo a primeira equação da segunda, obtemos 3=9a ➔ a = 1/3

Substituindo

a = 1/3 na primeira equação, obtemos ➔ 0= H -25/3

H= 25/3 ➔ alternativa D

Quem não conhece função quadrática poderia medir de forma aproximada a figura e, torcendo para que fosse suficientemente precisa, estimar que H mede quase 9 metros (digamos, que está entre 8 e 9 metros).
De todas as alternativas, a única que se encontra nesta faixa é a D (25/3)

 

 

Ler 170 vezes Última modificação em Sexta, 15 Junho 2018 15:34

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.